20110717

Uma avaria irreparável

_______________

Até já os textos prefiro errantes e pequenos. Sou doido por textos errantes. Leio-os melhor, tenho mais hipóteses de saber do que falam. A poesia acalma-me por causa disso. Um som que vem de dentro. “Para ti a poesia deve ser acústica”, disseste-me no outro dia. Hoje tenho uma pena imensa de não te ter respondido.
Dos outros sei muito pouco, quase nada. Há muito tempo que deixei de ouvi-los ao fim da segunda ou terceira frase. Fico a ver-lhes as coreografias e as poses como se acontecesse uma qualquer avaria no sistema sonoro. Uma avaria irreparável. Refiro-me à minha, como é claro.

2 comentários:

  1. então, espero que gostes da Natália Correia: http://www.youtube.com/watch?v=NBYimM6XdAA

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita.
As suas palavras são importantes.