20100705

A cor da sombra

14 comentários:

  1. j,

    cor e sombra em uma única dimensão, a arte!

    lindíssimo registro.

    um beijo.

    ResponderEliminar
  2. betina moraes

    j,

    cor e sombra em uma única dimensão, a arte!

    lindíssimo registro.

    um beijo.


    ps- Betina,estou a começar a ficar farto do Google/blogger...não consegui postar o seu comentário de outra forma...a não ser copiando-o para aqui.

    um beijinho e obrigado
    José M Vilhena

    ResponderEliminar
  3. obrigada, querido,

    está havendo um grande transtorno nos comentários. no meu blog também...

    ResponderEliminar
  4. E o azul do céu fugiu para as sombras.

    ResponderEliminar
  5. José, utilizei o nome 'Ruinologias' para uma pequena série de três fotografias analógicas que incluí no meu blogue.

    Ficaria muito grato se por lá passasse, em breve.

    Muito obrigado.

    fraterno abraço.

    Rui

    ResponderEliminar
  6. esta fotografia faz-me lembrar um poema cujo primeiro verso é "à porta da casa grande, as rosas pensam que vão morrer", que é uma metáfora sobre o nós andarmos cá e não ficarmos para sempre, como as da sua imagem. quero também dizer-lhe que gosto e agradeço as suas visitas e mensagens. um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Até em algo tão agreste e rude, podemos encontrar a beleza das rosas.
    Bom pormenor.

    ResponderEliminar
  8. linda!


    há algo de diferente no seu espaço....


    a sua alma cheia de luz

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita.
As suas palavras são importantes.